Eu quero levar uma vida moderninha
Deixar minha menininha sair sozinha
Não ser machista e não bancar o possessivo
Ser mais seguro e não ser tão impulsivo

Mas eu me mordo de ciúme
Mas eu me mordo de ciúme

Meu bem me deixa sempre muito à vontade
Ela me diz que é muito bom ter liberdade
Que não há mal nenhum em ter outra amizade
E que brigar por isso é muita crueldade

Mas eu me mordo de ciúme
Mas eu me mordo de ciúme


Ultraje a Rigor
desvalorizavel:

 
Teus gemidos são versos poeticamente carnais,
Teu gozar é a poesia que meu corpo deseja cada dia mais.

Otávio L. Azevedo (via poexcitar)
E eu sou assim. Lotada de defeitos e impressionantemente há algumas pessoas que ainda acham minhas poucas qualidades. Mas eu te garanto uma coisa, eu não vou mudar. Já ouvi tanta gente falando coisas de mim que nem ligo mais. O negócio é tentar me descobrir de verdade e me aceitar do jeito que eu sou. Se não, então a porta está aberta.
Summer. (via apagou)

(Source: remedicar, via apagou)

whatsyourdamnproblem:

♡
wolftramp:

Vintage Blog ☼ 
— Você não é feliz?
Aquela pergunta me desorientou. Claro que eu tinha momentos de felicidade. Mas ninguém é feliz o tempo todo. Ser feliz não é uma característica estática, como ser louro ou moreno. Eu posso estar feliz agora e no segundo seguinte não estar mais.

Fazendo meu filme 4.   (via alentador)

(Source: inverbos, via alentador)

Aí eu finalmente desabo na cama e fico me perguntando quem está mais exausto: meu corpo ou a minha cabeça. É a melhor parte do meu dia, onde eu posso finalmente ser quem eu sou. Botar um pijama, prender o cabelo, ficar ouvindo as músicas que eu gosto até pegar no sono. Às vezes é difícil porque as lembranças mais antigas sempre decidem voltar à tona nessa hora, e as lágrimas insistem em cair, mas quando eu vejo já é dia e eu tenho que levantar de novo. Mais que acordar dos meus sonhos, tenho que acordar pra vida. Tem dias que eu simplesmente acordo com vontade de voltar a dormir e só levantar depois que essa tempestade passar.
Clumssy.  (via adesejar)

(Source: clumssy, via adesejar)

What a terrible mistake to let go of something wonderful for something real.
Miranda July, No One Belongs Here More Than You (via teenager90s)
theme